AMIGOS DE PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

O PAPAGAIO AZUL - Scarus coeruleus (Edwards, 1771)



FAMÍLIA: escarídeos

LONGEVIDADE:

PROFUNDIDADE: 0-25m

COMPRIMENTO: 120cm

PESO: 30kg

DISTRIBUIÇÃO: Oceanos Índico, Pacífico, Àtlântico e Mar vermelho.



BIOLOGIA:  a familía dos escarídeos possuí mais de 90 espécies diferentes de peixes papagaio, neste caso comentarei alguns detalhes de um dos mais belos peixes desta espécie. O papagaio azul ou Blueparrot fish, é um ser especial, possuidor de uma estranha e impressionante beleza. A pesca desportiva desta espécie é uma das mais complicadas devido à estranha forma da sua boca e dos impressionantes dentes que possui. Estes dentes em forma de bico de papagaio capazes de cortar o coral como se de manteiga se trata-se não encontram nenhuma resistência nas nossas linhas de pesca, devido a isto só se conseguem capturar estes peixes quando o pescador têm a sorte de que o seu anzol se fixe nos lábios deste peixe, caso contrário qualquer linha será rápidamente cortada pelo "bico de papagaio". Outra forma que este peixe tem para defender-se é a de saltar e golpear com a cauda daí provém o seu nome "Scaridae" que significa saltar em grego.
O coral que é ingerido pelo peixe papagaio, para dele poder extrair os pequenos moluscos e algas dos quais se alimenta não pode ser digerido, porém o peixe pagagaio pode triturar de uma forma minúscula este coral e mais tarde ao fazer a digestão expulsa pequenos grãos de areia provenientes do coral antes digerido, muitas das ilhas que existem nos oceanos Índico e Pacífico estão formadas com a ajuda de este peixes. Segundo os biólogos marinhos que estudam esta espécie consideram que mais de um 90% das ilhas se formou assim. Uma das imágens mais belas que a nossa retina pode guardar é a de um cardume de papagaios azuis durante a época de acasalamento. Formam monstruosos cardumes (mais de 1000 indíviduos).

                                                          Cortesia de Margaret Linns



ALIMENTAÇÃO: a base da sua dieta reside em pequenos moluscos e algas que se escondem nos corais ou que a estes estão aderidos, para poder aceder a eles o peixe papagaio directamente morde o coral desfazendo a pedra para dela poder extrair o preciado alimento. No entanto são capazes de alimentar-se de qualquer outro petisco que chegue à sua boca incluindo pão.

MÉTODOS DE PESCA: surfcasting, pesca embarcada, à bóia.

VIDEO: um pequeno video deste maravilhoso peixe.




RECORD IGFA: não existe.

CURIOSIDADES: durante a noite para poder dormir descansado o peixe papagaio azul segrega uma substância viscosa a qual utiliza para cobrir o seu corpo, formando uma "couraça" que o protege de qualquer predador.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

O RUIVO - ( Chelidonichthys lucerna (Linnaeus, 1758)

 

FAMÍLIA: triglídeos

LONGEVIDADE: 15 anos

PROFUNDIDADE: 0 - 318m

COMPRIMENTO: 75 cm

PESO: 6 kg

DISTRIBUIÇÃO: este do Oceano Atlântico, Noruega e toda a costa Africana. Também no Mediterrâneo e Mar negro.



BIOLOGIA: este estranho peixe, habita em fundos mistos de areia e lodo ou fundos de cascalho. Para mim um dos mais belos e estranhos habitantes dos nossos mares, em Portugal é conhecido como "Ruivo,Cabra ou Cabaço". O seu corpo é um verdadeiro arco-irís, a maravilhosa mistura de côres que a natureza dotou esta criatura, não lhe serve só para camuflar-se nos mais variados elementos marinhos mas também lhe serve de protecção contra predadores. Como todos sabemos "bicho colorido" normalmente é perigoso. A fisionomia do Ruivo lembra mais um animal terrestre que um peixe, principalmente devido à estranha forma que adoptam as barbatanas peitorais, que parecem três dedos, as quais utiliza para deslocar-se de forma sigilosa arrastando-se pelo fundo na busca de alimento, estas estranhas ramificações são utilizadas com verdadeira maestria para encontrar moluscos enterrados na areia ou lodo. A não ser em grandes profundidades a sua captura é esporádica, porém pode-se como em qualquer outra espécie procurar este peixe exclusivamente, porque a sua carne é simplesmente deliciosa. Não é um grande combatente, principalmente devido ao facto de que reside em grandes profundidades e ao ser capturado só oferece resistência nos primeiros minutos, depois devido à descompressão normalmente deixa-se arrastrar.

ALIMENTAÇÃO: crustáceos, moluscos, céfalopodos e bivalvos, no caso de escassez de alimento também opta pelo canibalismo.

MÉTODOS DE PESCA: pesca embarcada, jigging, surfcasting.

VIDEO: um pequeno video da captura de vários ruivos a jigging.



RECORD IGFA: encontra-se em ?

EDITOR

A minha foto

Los que me conocen, saben quien soy...