AMIGOS DE PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO

terça-feira, 23 de julho de 2013

O CHUB - Squalius cephalus (Linnaeus, 1758)




FAMÍLIA: ciprinídeos.

LONGEVIDADE: 22 anos.

PROFUNDIDADE: 0 - 30m

COMPRIMENTO: 60cm.

PESO: 8kg

DISTRIBUIÇÃO: europa e ásia.

BIOLOGIA: o chub também conhecido como bagre em alguns paises é um peixe da familía dos ciprinídeos pouco conhecido. Com um corpo alargado e uma cauda vigorosa e larga o chub é um peixe crescido para nadar, normalmente de côr prateada e com a particularidade de ter as barbatanas anal e pélvica de côr vermelha, embora dependendo das águas onde habite esta côr pode mudar até um côr de laranja ou amarelo.O chub é dos poucos peixes da familía dos ciprinídeos que se podem capturar com equipamento de predador, sem ser por casualidade. Habita em águas claras e correntes embora também se adapte a lagos ou barragens desde que a cualidade das águas seja boa. É um peixe rápido com uma picada sincera, parecida com a de um barbo. Como a maioria dos peixes durante a sua fase juvenil desloca-se em cardumes para sua protecção, mas ao atingir um estado "adulto" normalmente converte-se num peixe solitário que só se reune em cardume na época do acasalamento.

                                                                        Cortesia de:



ALIMENTAÇÃO:  artrópodos e pequenos peixes.

MÉTODOS DE PESCA: spinning, carpfishing, mosca, inglesa, bolonhesa, à francesa.

VIDEO: um pequeno video da pesca do chub.



RECORD IGFA: encontra-se em 3,050kg capturado por Dieter Lindenmann no rio Rhein na Alemanha, no dia 14 de dezembro de 2009.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

A CORVINATA REAL - Cynoscion regalis (Bloch & Schneider, 1801)



FAMÍLIA: escienídeos.

LONGEVIDADE:

PROFUNDIDADE: 0 - 30m.

COMPRIMENTO: 1m.

PESO: 8.900kg

DISTRIBUIÇÃO: Nova Escócia, Canadá e Flórida, EUA.



BIOLOGIA: uma das mais bonitas corvinas da familía dos escienídeos, também conhecida como peixe frágil devido à fragilidade da sua boca, que se rasga com facilidade quando ferrada. Formam pequenos cardumes em águas superficiais de fundos arenosos e alimentam-se no fundo e a meias águas. Na época do acasalamento deslocam-se para estuários para desovar, este acontecimento dá-se desde o principio da primavera até finais do verão. As fêmeas com cerca de 22cm já podem procriar, é um caso que normalmente não se dá, pois como regra geral a fêmea é sempre maior que o macho.Como peixe desportivo como qualquer corvina é um adversário sonhado para qualquer pescador, a sua potência deixa a muitos com mau sabor de boca pois devido à fragilidade da sua boca, as melhores capturas quase sempre se escapam, é um peixe que deve ser trabalhado com muito mimo, apesar do seu tamanho.

                                                                         Cortesia de:



ALIMENTAÇÃO: minhocas, crustáceos, moluscos e peixe.

MÉTODOS DE PESCA: spinning, mosca, corrico, surfcasting, pesca embarcada.

VIDEO: a  pesca da Corvinata Real, com bucktail.



RECORD IGFA: encontra-se em 8.960kg capturado por Dave Alu no dia 07/05/2008 em Staten Island, New York, USA.

CURIOSIDADES: a Corvinata Real pertence à familía dos roncadores, peixes que possuem uns músculos especiais na bexiga natatória que lhes permitem produzir uns ruídos parecidos aos de um tambor durante a época do acasalamento, os quais utilizam para atrair as fêmeas.


                                                HOMENAGEM AOS AMIGOS



                                                          

EDITOR

A minha foto

Los que me conocen, saben quien soy...