AMIGOS DE PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO

sexta-feira, 26 de abril de 2013

O TUBARÃO BULDOGUE - Carcharhinus leucas (Müller & Henle, 1839)



FAMÍLIA: seláceos

LONGEVIDADE: 32 anos

PROFUNDIDADE: 152m

COMPRIMENTO: 3,5m

PESO: 180kg

DISTRIBUIÇÃO: uma espansão quase global, desde que sejam àguas tropicais ou temperadas. Oeste do Atlântico, Massachusetts, até Argentina passando por Marrocos, Senegal e Angola. Kenya e África do Sul, India, Vietnam e Austrália.



BIOLOGIA:  os tubarões são um grupo muito antigo de peixes caracterizado pelo seu esqueleto cartilaginoso, por uma pele coberta de minúsculas escamas que parecem espinhos denominadas escamas placóides. O seu tamanho pode variar entre os 60cm e os 18m de comprimento. Como qualquer tubarão o Buldogue é um desafio para a pesca desportiva. Para muitos os tubarões são os peixes perfeitos. O buldogue é um exemplo mais que satisfatório desta espécie, grande e perigoso encontra-se práticamente por todo o mundo. Raramente se afasta muito da costa e penetra frequentemente em rios; existem mesmo populações que vivem em lagos, muito especialmente no Lago Nicarágua. Com alguns casos de ataques a banhistas. É uma pesca exaustiva, só para pescadores de barba rija, pois a luta com um de estes bichinhos pode durar várias horas.

                                                                          Cortesia de:



ALIMENTAÇÃO: alimenta-se de qualquer ser vivo do seu habitat.

MÉTODOS DE PESCA: corrico, à deriva, surfcasting e à mosca.

VIDEO: os pequenos pescadores também pescam grandes peixes.



RECORD IGFA: encontra-se em 316,500kg capturado por Ronald de Jager no dia 24/03/2001 em Malíndi, Kenya.

CURIOSIDADES: é uma espécie que se adapta muito bem em àquarios, por isso não é estranho vê-lo nos mais famosos àquarios em todo o mundo.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

A SOLHA EUROPEIA - Pleuronectes platessa ( Linnaeus, 1758 )




FAMÍLIA: soleídeos

LONGEVIDADE: 50 anos

PROFUNDIDADE: 0 - 200m

COMPRIMENTO: 1m

PESO: 7 kg

DISTRIBUIÇÃO: Atlântico norte.



BIOLOGIA: a solha europeia é outro de esses "famosos" peixes chatos do nosso mar, espécie bastante comun, esta espécie de solha possui umas pequenas manchas vermelhas ou côr de laranja na total extensão do seu corpo, tal não acontece com a sua "prima" americana. Outra particularidade é a posição dos seus olhos que na solha europeia se encontram no lado direito da cabeça. Vivem em fundos mixtos de areia e lodo numa profundidade média de 100m. É o peixe chato mais importante na pesca comercial em Europa. E desportivamente falando a sua pesca também é das mais procuradas, devido ao grande tamanho que alcança e à delicadeza da sua carne. Como quase todos os peixes chatos a sua actividade principal é nocturna, embora se possam capturar
durante o dia.

                                                                         Cortesia de:




ALIMENTAÇÃO: moluscos, anélidos.

MÉTODOS DE PESCA: surfcasting, à deriva, pesca embarcada.

VIDEO: un pequeno video deste magnifico animal no seu habitat.



RECORD IGFA: encontra-se em ?

CURIOSIDADES: a solha Europeia também existia no Mediterrâneo, mas devido ao aquecimento das àguas foi desaparecendo e agora só se pode encontrar esta espécie no Atlântico Norte.

terça-feira, 9 de abril de 2013

O LINGUADO - Solea solea (Linnaeus, 1758)



FAMÍLIA: soleídeos

LONGEVIDADE: 26 anos

PROFUNDIDADE: 0 - 150m

COMPRIMENTO: 70cm

PESO: 3 kg

DISTRIBUIÇÃO: oceano Atlântico e Mediterrâneo.



BIOLOGIA: é um peixe chato bastante comum, é castanho com manchas escuras no dorso e de um branco cremoso na parte inferior ou ventral. Passa o dia enterrado na areia, alimentando-se durante a noite em águas pouco profundas ou de profundidade média. A sua capacidade de mimetismo é estraordinária, se estiver imóvil é quase impossivel detectar a sua presença, qualquer aficionado da caça submarina sabe o dificíl que é a captura de esta espécie. O linguado é um peixe normalmente solitário e só durante a sua fase juvenil permanece em cardumes reduzidos. É raro efectuar mais de duas ou três capturas na mesma sessão de pesca, se não se muda de zona. No inverno têm o hábito de deslocar-se a grandes profundidades, talvez devido à falta de alimento ou em busca de melhores temperaturas. A sua carne é muito valorada em qualquer mercado, branca e saborosa. Como peixe lutador não se lhe pode pedir muito; devido à sua forma achatada, a ùnica defesa que possui é a da resistência, primeiro tenta colar-se ao fundo e se esta técnica falha  forma uma "U" com o seu corpo adoptando a forma de um parapente, o que muitas vezes provoca tal pressão na cana do pescador que lhe permite escapar-se. Normalmente trata-se de capturas esporádicas,  pois salvo pescadores profissionais ninguém "desportivamente" se dedica a pescar linguados. No entanto é um peixe que deixa qualquer pescador desportivo com um enorme sorriso se têm a fortuna de o capturar.

                                                    
                                                                       Cortesia de:





ALIMENTAÇÃO: anélidos, crustáceos, moluscos.

MÉTODOS DE PESCA: surfcasting, à bóia, à deriva, pesca embarcada, jigging.

RECORD IGFA: encontra-se em 0,800kg capturado por P.C.Ouwendijk no dia 12 Julho de 1997 no mar do norte, Netherlands.

CURIOSIDADES: o linguado ao nascer têm a mesma forma que qualquer outro alevín, só ao passar ao estado juvenil é que se transforma para a forma achatada à qual estamos habituados a ver.

EDITOR

A minha foto

Los que me conocen, saben quien soy...