AMIGOS DE PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO

terça-feira, 17 de novembro de 2015

O GALHUDO MALHADO - Squalus acanthías ( Linnaeus, 1758)



FAMILÍA: seláceos.

 LONGEVIDADE: 50 anos.

PROFUNDIDADE: 0 - 200 metros.

COMPRIMENTO: 1.20 metros.

PESO: 10 kilos.

DISTRIBUIÇÃO: Atlantico, Argentina, Ilhas Canarias, Angola, África do Sul, Mediterraneo e Mar Negro.


BIOLOGIA: este esguio tubarão, é possivelmente o tubarão mais abundante no mundo, habita normalmente junto ao fundo mas também se encontra com relativa facilidade a meias àguas.Faz incrusões em baías e estuários e tolera com bastante facilidade a àgua doce. Possui uma característica invulgar, uma espinha afiada na extremidade anterior de cada barbatana dorsal. Tal como o tubarão Perna de Moça, tem uma cauda grande e forte, mas não possui barbatana anal.O periodo de gestação dura aproximadamente entre 18-24 meses e dá-se no inverno. Os alevins nascem no inverno com cerca de 26-28 cm e a partir desse momento já começam a caçar. 

ALIMENTAÇÃO: sardinhas, arenques e invertebrados tais como lulas, medusas e minhocas.

MÉTODOS DE PESCA: corrico, spinning, jigging, pesca embarcada.

RÉCORD IGFA: encontra-se em 10,6 kilos capturado por Albert Koawenhourn, na Irlanda.

sábado, 24 de outubro de 2015

O CAÇÃO - Mustelus canis (Mitchill, 1815)


FAMILÍA: seláceos

LONGEVIDADE: 16 anos.

PROFUNDIDADE: 0 a 200 metros.

COMPRIMENTO: 1,5 metros.

PESO: 12 kilos.

DISTRIBUIÇÃO: oeste do oceano Atlantico, desde Massachussetts até à Florida.Venezuela, Cuba, Jamaica, Bermudas, Barbados, Bahamas. Sul do Brasil até ao noroeste de Argentina.



BIOLOGIA: o cação é muito comum nos fundos do Atlantico Ocidental, encontra-se normalmente em alto mar, mas tem o hábito de fazer incrusões de caça em água doce, este factor proprociona aos pescadores de surfcasting a oportunidade de capturar tão belos animais. Possui grandes barbatanas peitorais e uma segunda barbatana dorsal bastante grande, que é quase do mesmo tamanho que a primeira.Ostenta un espiráculo ( orifício redondo que constitui um vestígio de uma primeira fenda branquial) por detrás de cada olho. Os machos podem viver normalmente até aos 10 anos e as femeas cerca de 16 anos. A pró-creação dá-se de maio a junho e depois de um periodo de gestação que oscila entre os 10-10 meses a femea dá à luz uma camada que pode ir de 4 a 20 alevins. Os exemplares jovens alimentan-se de tudo, mas em particular de minhocas, camarões e carangueijos. 

ALIMENTAÇÃO: crustáceos, especialmente lagostas, camarões e carangueijos. 

MÉTODOS DE PESCA: surfcasting, spinning, jigging, pesca embarcada.


RÉCORD IGFA: encontra-se em 

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

O TUBARÃO LEOPARDO - Triakis Semifasciata (Gerard 1854)


FAMILÍA: seláceos.

LONGEVIDADE: 30 anos.

PROFUNDIDADE: 0 - 6 metros.

COMPRIMENTO: machos até 1.5 metros e as fêmeas até 2 metros.

PESO: 32 kilos.

DISTRIBUIÇÃO: golfo de Califórnia e Este do Océano Pacifico.



BIOLOGIA: este tubarão de um colorido tão característico frequenta as águas litorais ao longo da costa do Pacífico, dos Estados Unidos. É uma presença constante nas Baías de águas superficiais da Califórnia. Encontra-se normalmente em fundos arenosos a menos de 3 metros de profundidade. A maioria dos tubarões leopardo permanecem dentro de uma área em particular, não recorrem grandes distâncias como alguns membros da sua familia, isto provoca algumas diferencias genéticas dentro da mesma espécie. Durante os meses de Março a Junho a fêmea dá à luz entre 6 - 24 jovens leopardos depois de um período de gestação de 10 -12 meses. Estes pequenos predadores nascem com cerca de 20 cm, porém o seu crescimento é relativamente lento e leva vários anos até madurar. Devido ao seu crescimento tão lento o tubarão leopardo esteve em vias de extinção durante a década dos 80, devido à pesca massiva desta espécie, depois de um breve periodo de declive, as novas leis de pesca salvaram a espécie. Devido ao seu lento crescimento nos Estados Unidos é um dos peixes mais desejados no sector da aquariofilia. 

ALIMENTAÇÃO: ameijoas, milhocas, carangueijos, camarões, qualquer tipo de peixes do seu habitat.

MÉTODOS DE PESCA: spinning, mosca, corrico, surfcasting, pesca embarcada.



RÉCORD IGFA: encontra-se em 20.160 kg capturado no dia 31 de Dezembro de 2011 por Maria de la Luz Johnson em San Diego Bay, Califórnia.


quarta-feira, 29 de julho de 2015

O BLACK BASS MARINHO - Centropristis striata (Linnaeus, 1758)




FAMILÍA: serranídeos

LONGEVIDADE: 20 anos.

PROFUNDIDADE: 0 - 20 metros.

COMPRIMENTO: 60 cm.

PESO: 5 kg.

DISTRIBUIÇÃO: Canada, Flórida e Golfo do México.


BIOLOGIA: um peixe realmente bonito e combativo, de cor generalmente negra com bandas azuis verticais que descem desde a espinha dorsal até ao ventre, que normalmente também é de cor azul claro. Encontra-se em fundos rochosos com águas calmas ou em estuários.A melhor época para pescar esta espécie es de Maio a Junho e de Novembro a Dezembro.É um peixe hemafrodita que pasa grande parte de sua vida como fémea embora durante a época de acasalamento mude de sexo para procrear. A sua luta depois de fisgado é asombrosa para o tamanho e peso que chega a alcançar esta espécie. 

ALIMENTAÇÃO: crustáceos,anélidos,camarões e pequenos peixes.

MÉTODOS DE PESCA: spinning, jigging, pesca embarcada.

O VIDEO: a pesca do Black Sea Bass a jigging.



RÉCORD IGFA: encontra-se actualmente em 5,200 kg.

                                              HOMENAGEM AOS AMIGOS

sábado, 4 de julho de 2015

PAPÚA BLACK SNAPPER - Lutjanus goldiei (Macleay, 1882)



FAMILÍA: lucianídeos

LONGEVIDADE: 

PROFUNDIDADE: 0 - 8 metros.

COMPRIMENTO: 120 cm.

PESO: 25 kg.

DISTRIBUIÇÃO: Oceania. 


BIOLOGIA: pretence à familía dos lucianídeos e é simplesmente uma máquina de lutar, o snapper negro de Papúa vive em zonas com densa vegetação na qual encontra refúgio e donde melhor se camufla para atacar as suas presas. É encontrado com maior frequencia no rio Fly em Papúa, embora tenha colonizado quase todos os rios. Un dos maiores desafios que um pescador pode procurar é tentar parar o Black snapper antes de que ele consiga mergulhar para encontra refúgio. Pois quando tal facto acontece, em um 90% das vezes o peixe ganha a batalha. Este magnifico peixe faz lembrar muitas vezes o cruzamento entre um Mangrove Jack e um Black bass tal é a magnitude da sua boca e a potencia da sua luta. Durante a sua juventude o seu corpo possuí entre 4-5 linhas verticais claras que mimetizam o negro avermelhado do seu corpo, porém ao atingir a fase adulta desaparecem e todo o seu corpo é coberto por um negro prateado. É um peixe extremamente territorial e ataca muitas vezes não para comer mas para matar o possivel invasor do seu território. 


                                                                 Cortesia de:



ALIMENTAÇÃO: carangueijos, peixes do seu habitat e pequenos corcodilos!!

MÉTODOS DE PESCA: spinning, mosca, corrico.

RÉCORD IGFA: encontra-se em 20, 870 kg.

                         

                                                         

                                                                

quinta-feira, 4 de junho de 2015

YELLOW CHEEK - Elopichthys bambusa (Richardson, 1845)


FAMILÍA: ciprinídeos

LONGEVIDADE:

PROFUNDIDADE: 

COMPRIMENTO: 2 metros.

PESO: 40 kg.

DISTRIBUIÇÃO: Asía, desde a baía Amur en Russia até ao río vermelho em China e também no rio Lam no Vietnam. Recentemente foi importado para Tailandia e pode ser capturado no lago Phang Nga e em Palm Tree Lagoon em Ratchaburi.


BIOLOGIA: não consigo pensar em outro adjectivo para qualificar este peixe a não ser extraordinário!! Un ciprinídeo com a agressividade de um tubarão, capaz de dar saltos fuera de água como se de um trapão se trata-se e com a resistencia de uma carpa para a luta!! Simplesmente extraordinário!! Assim é o Yellow Cheek ou bochecha amarela como se podería chamar em portugues. Um verdadeiro desafio para qualquer pescador. Infelizmente para poder pescar este animal só mesmo na Ásia, vive num dos maiores rio do nosso planeta o rio Vermelho.

                                                            Cortesia de:


ALIMENTAÇÃO: durante a sua fase juvenil alimenta-se de pequenos insectos y ao atingir a idade adulta passa directamente a qualquer coisa que lhe entre na boca, tem uma dieta bastante variada, mas a sua principal fonte de alimento são peixes do seu habitat.

  
             Reparem como um paseante de 13 cm desaparece literalmente na boca de este colosso!

MÉTODOS DE PESCA: spinning, mosca, corrico. 

O VIDEO: a extraordinária luta do amigo Gong Lei com o seu actual récord de Yellow Cheek.



RÉCORD IGFA: encontra-se em 42 kg capturado em China.

CURIOSIDADES: o Yellow Cheek é o único ciprinídeo do mundo que desenvolve dentes na sua fase adulta!

                                                     CAPTURA E SOLTA!!

quarta-feira, 6 de maio de 2015

SKYGAZER - Chanodichthys erythropterus (Basilewsky, 1855)


FAMILÍA: ciprinídeos

LONGEVIDADE:

PROFUNDIDADE: 0 - 20 metros.

COMPRIMENTO: 1 metro.

PESO: 9 kg.

DISTRIBUIÇÃO: China, Vietnam, Taiwan e o lago Buir na Mongólia.


BIOLOGIA: o Skygazer ou carpa predadora é um dos peixes mais incriveis, que se podem encontrar na água doce. Imaginem um peixe com a força dar carpa e a capacidade predadora de um robalo, assim é o Skygazer!! Vive em lagos e rios de toda Àsia e é um dos peixes mais desportivos do Continente Ásiatico.É um peixe com uma grande tolerancia à salinidade, e encontra-se com maior frequencia em zonas onde esse factor é propicio, zonas como barras ou lagos com aportação de água salgada.

                                                           Cortesía de:


ALIMENTAÇÃO: pequenos insectos, crustáceos e peixes

MÉTODOS DE PESCA: spinning, casting, carpfishing e pluma.

RÉCORD IGFA: encontra-se em 

                                                      CAPTURA E SOLTA

terça-feira, 21 de abril de 2015

A RAIA NEGRA - Dasyatis thetidis (Ogilby, 1899)



FAMILÍA: rajiídeos.

LONGEVIDADE: 25 anos.

PROFUNDIDADE: 0 - 400 mts.

COMPRIMENTO: 2 metros.

PESO: 200 kg.

DISTRIBUIÇÃO: África, Austrália e Nova Zelanda.



BIOLOGIA: a ordem dos raiformes compreende oito famílias de peixes cartilagíneos que incluem as raias. Estes peixes carecterizam-se pelos seus corpos achatados e frequentemente por umas largas barbatanas peitorais que se assemelham a asas. A boca e as coberturas branquiais estão situadas na parte inferior e os olhos na posterior. Na maior parte das famílias os ovos são fertilizados e eclodem dento do corpo da femea. A raia negra é das maiores raias do mundo e a maior de Austrália, a sua cor natural costuma ser de um cinzento acastanhado passando a cinzento e depois negro ao atingir os dois metros de longitude. É um peixe poderoso que só se consegue levar a terra depois de uma dura batalha, a raia negra, como todas as raias utiliza a sua forma como uma ventosa, cola-se ao fundo e é extremamente dificil despegar semelhante massa, só com muito esforço e paciencia é possivel capturar uma raia de bom porte. A maior parte das raias possui na parte final da sua cauda um pedúnculo osséo em forma de espinha que utiliza como defesa, é necessário um cuidado extremo ao tratar de agarrar uma raia. Além disso algumas espécies também possuem veneno na ponta da espinha.

                                                               Cortesia de:



ALIMENTAÇÃO: moluscos, peixes,crustáceos e safios.

MÉTODOS DE PESCA: surfcasting, pesca embarcada.

RÉCORD IGFA: encontra-se em

CURIOSIDADES: na antiga Grécia os dentistas utilizavam o veneno que se encontra na espinha caudal da raia, como analgésico para adormecer o dente do paciente antes proceder à sua extração.


                                             HOMENAGEM AOS AMIGOS

EDITOR

A minha foto

Los que me conocen, saben quien soy...

Arquivo do blogue