AMIGOS DE PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO

domingo, 11 de março de 2012

O BAGRE DE CANAL - Ictalurus punctatus (Rafinesque, 1818)


FAMÍLIA: ictalurídeos

LONGEVIDADE: 40 anos

PROFUNDIDADE: 0 - 40m

COMPRIMENTO: 1,27cm

PESO: 27kg


DISTRIBUIÇÃO: América do Norte, porém hoje em dia já se encontra distríbuido por quase todo o mundo.


BIOLOGIA: esta espécie, uma das maiores entre os bagres da América do Norte, é a única que possui,  simultaneamente, manchas e uma cauda profundamente bifurcada; as manchas tendem a desaparecer nos peixes maiores e mais velhos. É a espécie mais común dos bagres americanos, e também o bagre mais popular dos pescadores dos Estados Unidos, calcula-se que uma média de 8 milhões de americanos vai à pesca exclusivamente à procura desta espécie. A sua carne é também muito apreciada, o que faz com que este peixe seja um verdadeiro manjar para os amantes do bom paladar. O bagre de Canal encontra-se normalmente em rios, lagos e barragens de qualquer tamanho, adapta-se com grande facilidade ao meio e tem uma taxa de crescimento pasmosa. A sua taxa de natalidade é brutal, deposições de cerca de 150 ovos por hora, num total de 8.000 ovos, dos quais um 90% sobrevivem!!

Depois de capturado aconselha-se muito cuidado na estracção do anzol, pois o bagre do canal têm uma espinha na barbatana dorsal e duas nas peitorais, que podem estragar o dia de pesca com uma corrida ao hospital. Estas espinhas (principalmente a dorsal) é utilizada pelo bagre na sua defesa para evitar ser capturado, a sua primeira defesa ao sentir-se preso é procurar qualquer cavidade na rocha ou no leito e depois de introduzir-se espeta as espinhas para ficar literalmente cravado no buraco, quando isto acontece, é quase impossível retirar o peixe do seu esconderijo e normalmente termina com a ruptura da linha.

A espansão desta espécie parece que não têm fim, como prova a foto posterior do amigo Raúl Ayala, com o Bagre de Canal capturado na barragem da Serena em Espanha, com técnicas de carpfishing.




ALIMENTAÇÃO: no estado de alevin alimenta-se de pequenos invertebrados passando depois a camarões, lagostins e finalmente a peixes, é prácticamente omnívoro, com especial debelidade por iscos malcheirosos e gordurosos.

MÉTODOS DE PESCA: carpfishing, spinning, mosca, à bóia.


RECORD IGFA: encontra-se em 26,300kg capturado por W.Whaley na reserva de Santee-Cooper na Carolina do Sul, U.S.A.

CURIOSIDADES: além do Bagre de Canal só existem mais dois exemplares de peixe gato em todo o mundo com a cauda bifurcada, eles são o Peixe gato branco (Ameiurus catus) e o Peixe gato azul, (Ictalurus furcatus), sobre o qual já fiz uma ficha antes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradeço todos os comentarios que sejam feitos sobre PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO, sempre que os mesmos tragam ideias positivas e constituam uma mais valia ao blog.

EDITOR

A minha foto

Los que me conocen, saben quien soy...