AMIGOS DE PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO

quinta-feira, 10 de maio de 2012

O MERO AMERICANO - Epinephelus morío (Valenciennes, 1828)


FAMÍLIA: serranídeos.

LONGEVIDADE: 25 anos.

PROFUNDIDADE: 0 - 330m.

COMPRIMENTO: 125cm.

PESO: 23kg.

DISTRIBUIÇÃO: a Oeste do Oceano Atlântico, Carolina do Norte, Sudoeste do Brasil, Golfo de México, Caribe e Bermudas.


BIOLOGIA: o mero americano ou Red grouper vive como a maioria dos meros em zonas rochosas ou recifes de coral em profundidades que variam entre os 24 a 330m, mas os exemplares mais pequenos encontram-se por vezes junto à costa, em águas superficiais. Este mero reconhece-se fácilmente pelo seu aspecto mosqueado e coloração avermelhada, pela cauda quadrada e pela uniformidade da extremidade superior da primeira barbatana dorsal; o interior da boca é de cor laranja ou vermelha escuro. Como todos os meros é um valente combatente para qualquer aficionado à pesca desportiva, capaz de levar o equipamento ao limite e o pescador ao desespero. Entre os 7-14 anos de idade possuem a capacidade de alterar o seu metabolismo sexual para passar de macho a fêmea e vice-versa dependendo da necessidade de procriação, alcançam o estado de madurez sexual entre os 35-98cm, nesta fase torman-se mais solitários e é raro ver meros em cardume a não ser na época de acasalamento.



                                                                        Cortesia de:




ALIMENTAÇÃO: a base da sua alimentação são os peixes e os moluscos, porém comem qualquer outro alimento que possam capturar.

MÉTODOS DE PESCA: jigging, spinning, pesca embarcada, surfcasting, corrico.

VIDEO: uma excelente pescaria de Meros Americanos.



RECORD IGFA: encontra-se em 19,160kg capturado por Del Wiseman Jr em St. Augustine, Flórida, USA no dia 09/03/1997.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradeço todos os comentarios que sejam feitos sobre PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO, sempre que os mesmos tragam ideias positivas e constituam uma mais valia ao blog.

EDITOR

A minha foto

Los que me conocen, saben quien soy...

Arquivo do blogue