AMIGOS DE PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

A PALOMBETA - Lichia amia



                         
FAMILIA: carangídeos

COMPRIMENTO: 200 cm

LONGEVIDADE: ?

PROFUNDIDADE: 0 - 50 m

PESO: 50 kg

DISTRIBUIÇÃO: oeste do oceano Atlântico até África do Sul incluindo o Mediterrâneo.


BIOLOGIAeste pelágico possui um corpo largo e comprimido de côr prateada com ligeiros tons dourados passando a verde no dorso, com excepção do seu ventre que é branco, cabeça ligeiramente bicuda donde destaca uma mandíbula impressionante repleta de pequenos dentes afiadíssimos destribuídos em várias filas, carácteriza-se pela peculiaridade da sua linha lateral em forma de "S", é um predador por excelência e no seu habitat poucos lhe podem fazer frente, normalmente encontra-se perto da costa patrulhando em busca de cavalas, sardinhas, ou taínhas que são a sua principal fonte de alimento. Porém não hesita em engolir qualquer outro peixe que esté ao alcance de tão temivél dentadura, tais como anchovas ou robalos.

Os exemplares jovens vivem em cardumes mais ou menos compactos perto da costa, ao atingir a fase adulta tornam-se mais solitários e deslocam-se para zonas mais profundas, porém nunca se afastam demasiado da costa, onde fazem incrusões com regularidade, chegando a entrar em estuários para caçar. A sua época de reprodução como de muitas espécies dá-se na Primavera e pode durar toda a estação dependendo da tempratura da àgua que deve estar entre os 18º-19º C e um máximo de 22º-23º C. Outro detalhe que salta à vista é a sua magnifica barbatana caudal, enorme!! Com a qual atinge essas velocidades explosivas que  deixam a garganta seca, é um autêntico "animal" na batalha que se segue à sua captura. A sua pesca mais tradicional faz-se desde costa na modalidade de surfcasting, com a particularidade de que em vez de fazer-se o típico lançamento de larga distância, o pescador leva o isco que neste caso costuma ser uma tainha a nado até à zona que considera "quente". A tainha vai iscada pela mandibula superior com um anzol que lhe deixa "livre" na todalidade dos seus movimentos.

                                                                 Cortesia de C. Maño

ALIMENTAÇÃO: cavalas, tainhas, anchovas, sardinhas e amostras.

MÉTODOS DE PESCA: surfcasting, corrico, jigging, spinning.

O VIDEO: adrenalina em estado puro!!




                            ACONSELHO AS AMOSTRAS PELA DESPORTIVIDADE

RÉCORD IGFA: encontra-se em 27.800 kg capturado por Oriol Ribalta no dia 30/04/2000 em L`Ampolla, Espanha.

NOTA: na pesca com amostras, aconselha-se de superficie, não só pela espetácularidade da pesca em si, mas também porque são as mais efectivas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradeço todos os comentarios que sejam feitos sobre PEIXES DESPORTIVOS DO MUNDO, sempre que os mesmos tragam ideias positivas e constituam uma mais valia ao blog.

EDITOR

A minha foto

Los que me conocen, saben quien soy...

Arquivo do blogue